Sala Verde de Ilhéus – Sementes do Amanhã

Apresenta o Projeto “Bairro Limpo”, iniciativa dos moradores de Sapetinga, para melhoria da qualidade socioambiental .

A Sala Verde de Ilhéus – Sementes do Amanhã, mantida pela Cooperbom Turismo, apresenta o Projeto “Bairro Limpo”, uma iniciativa dos moradores de Sapetinga, bairro de onde se pode apreciar o mais belo pôr do sol da cidade.

A proposta do projeto surgiu a partir das demandas apresentadas por muitos moradores, relacionadas ao estado de deterioração da qualidade de vida do bairro. Na percepção deles, a degradação do ambiente se deve a invasão dos espaços públicos da Sapetinga, por diferentes grupos de pessoas que, a pretexto de usufruir a beleza cênica da sua orla – o famoso “por de sol”, passaram a modificar a dinâmica dele. Paralelamente, problemas já existentes foram agravados e inúmeras denúncias foram encaminhadas aos órgãos ambientais, sem, no entanto, haver alteração da situação.

A partir das questões/preocupações apontadas, por meio de sensibilização dos moradores, através das redes sociais, foi pensada uma ação educativa para conscientização ambiental. Primeiro, foram elencados os principais problemas, tanto os provocados por elementos externos ao bairro, quanto os provocados por alguns moradores.

Problemas causados por pessoas externas ao bairro:

  1. Lixo constantemente deixado nas calçadas ao longo da orla e nas ruas que dão acesso à mesma (garrafas de bebidas, plásticas e de vidro, copos, pratos e talheres descartáveis, papel, bitucas de cigarro, dentre outros);
  2. som de carros, em alto volume, a qualquer hora do dia ou da noite, perturbando a paz e o sossego dos moradores;
  3. uso da quadra de vôlei, das 8h da manhã às 2h da madrugada, sem respeito às normas de não aglomeração, em função da pandemia de COVID-19, nem ao sossego e trabalho dos moradores, tornando inviável o bem-estar mental e a prática de “home office”.
  4. uso de muro de residências e de árvores das áreas verdes, como banheiro;
  5. estacionamento de carros, motocicletas, suportes para barcos e jet ski sobre as áreas verdes, calçadas e saídas de garagem dos moradores.

Problemas causados por moradores do bairro:

  1. despejo de entulho, oriundo de obras privadas, realizadas no bairro, no Rio Cachoeira;
  2. dejetos de cachorros, deixados ao longo das calçadas e nas áreas verdes, ou jogados no rio;
  3. despejo de lixo doméstico, no Rio Cachoeira.

Após esta primeira etapa de diagnóstico, foram estabelecidas metas/ações e, em seguida, foi realizada campanha de arrecadação de recursos, junto aos moradores e amigos, sensibilizados pela proposta, para se trabalhar o tema no bairro.

As metas/ações estabelecidas foram:

  1. Criação de mural grafitado na área da orla do rio abordando as questões apontadas;
  2. Produção de placas educativas, para instalação ao longo da orla e na área verde, entre a igreja e o acesso ao Colégio da Polícia Militar de Ilhéus, com menção aos diferentes problemas apontados;
  3. Produção de banner com estímulo à reflexão sobre qual o ambiente de bairro que se deseja;
  4. Mutirão de limpeza da orla da Sapetinga;
  5. Promoção de ações de divulgação científica voltadas às questões ambientais do bairro.

As ações do Projeto “Bairro Limpo” tiveram início em setembro e se estenderão até dezembro de 2020, e depois, continuarão, de janeiro a março de 2021. Até o momento realizou-se as seguintes ações:

  1. Criação de Mural, em muros cedidos por dois moradores, para a arte de rua/grafitagem, realizada artista plástico Aldo Silva (Dado), cujo tema central foi BAIRRO LIMPO, com o objetivo de chamar a atenção para os diversos problemas apontados. O processo de produção, aberto ao acompanhamento de todos, foi realizado na primeira quinzena de outubro, e já foi finalizado, sendo entregue no dia 17 de outubro;
  2. Confecção e instalação, no dia 17 de outubro, de onze placas educativas sobre danos causados, com as respectivas leis ambientais, ao longo da orla do rio e na área verde, entre a igreja e o acesso ao Colégio da Polícia Militar de Ilhéus;
  3. Confecção e instalação, também em 17 de outubro, na quadra de esportes da orla do rio, de um banner, instigando a reflexão sobre o bairro que os moradores desejam;

E as ações previstas/programadas, para os próximos meses, são:

  1. Ação de limpeza (Mutirão) da orla do rio, envolvendo moradores (crianças e jovens), em parceria com o GAP (Grupo de Amigos da Praia), que estava programada para o dia 17 de outubro, mas foi adiada, em virtude das fortes chuvas. Esta ação foi remarcada para período de melhor maré, neste mês de novembro.
  2. Realização de coletas pontuais, ao longo da orla, a serem programadas para cada final de semana dos meses de novembro/dezembro de 2020 e de janeiro a março de 2021, para demonstrar a importância dos cuidados com o lixo depositado no rio e conscientização da importância das ações individuais e coletivas;
  3. Promoção de ações de divulgação científica – exposição de banners, exposição de coleções científicas, distribuição de folders, palestras curtas ao ar livre, entre outras, voltadas às questões ambientais, do bairro e da Cidade de Ilhéus, a serem desenvolvidas no espaço da quadra de esportes da orla, durante o período da tarde/noite, nos finais de semana e feriados, quando a visitação ao bairro é mais intensa.

Com a colaboração dos moradores e das professoras Claudia Ribeiro, Erminda Couto e Teresa Loureiro, e da engenheira ambiental Dayse Azevedo, voluntárias, idealizadoras e coordenadores do Projeto “Bairro Limpo“, foi possível realizar as ações, que estão tornando o bairro Sapetinga mais bonito e organizado.

Abaixo seguem as imagens da beleza cênica do bairro da Sapetinga, registros dos impactos negativos, bem como das ações do Projeto “Bairro Limpo” já realizadas ( Murais, banners e placas produzidas e instaladas).

Texto e fotos: Sala Verde de Ilhéus – Sementes do Amanhã.

Edição de texto: Equipe Salas Verdes.

FIQUE POR DENTRO DO QUE ESTÁ ACONTECENDO NO PROJETO SALAS VERDES

Accessibility