O QUE É UMA SALA VERDE?

A Sala Verde é um espaço dedicado ao desenvolvimento de atividades de caráter educacional, voltadas à temática socioambiental e cultural, que visam contribuir e estimular a discussão crítica, a organização, o pacto social e o fortalecimento de identidades grupais. Busca-se também levar à formação de cidadãos mais informados, participativos e dedicados ao processo de construção de sociedades sustentáveis.

Esse espaço educador deve se transformar em um centro de referência que, além de disponibilizar publicações e materiais e democratizar o acesso à informação socioambiental, se estabeleça como um ponto de encontro, reflexão e construção de ações socioambientais. É um lugar de múltiplas potencialidades onde podem ser realizados, por exemplo, cursos, programas de formação continuada, palestras, teatros, oficinas, eventos, encontros, reuniões, campanhas, exposições e mostras.

Trata-se de um local definido, vinculado a uma instituição pública ou privada, que funciona como um espaço de articulação e desenvolvimento de atividades de Educação Ambiental de abrangência local e regional, nas quais haja envolvimento de diversos segmentos da sociedade.

O MMA parte da compreensão de que a Sala Verde é parceira efetiva de suas ações na ponta, ou seja, é parte fundamental para dar concretude à Política Nacional de Educação Ambiental (Lei nº 9.795/99). Para isto, a Sala Verde deve também articular-se com iniciativas já existentes, podendo estabelecer parcerias locais e regionais, com autonomia e iniciativa própria.

Além disso, as Salas Verdes representam um potencial de capilaridade e de integração de políticas públicas, que pode ser representado pela pluralidade de suas propostas, pela diversidade do público atendido e pelos vários tipos de instituições que aportam estas salas.

As Salas Verdes, como potenciais centros de informação e formação ambiental, constituem espaços articuladores da ação coletiva, envolvendo os diversos públicos (jovens, adultos, estudantes, professores, comunitários, etc.) em debates e ações de mobilização e intervenção socioambiental, com foco local e global.

Cada Sala Verde é única, não há um padrão pré-definido ou um formato modelo. Cada instituição deve configurá-la à sua maneira, levando-se em consideração a identidade institucional e o público com quem trabalha, dialogando com as potencialidades e as particularidades locais e regionais. Deve também buscar orientar as ações, através de um processo constante e continuado de construção, implementação, avaliação e revisão de seu Projeto Político Pedagógico-PPP.

O Projeto Salas Verdes, dessa forma, busca incentivar a criação e articulação de espaços que se propõem a envolver os sujeitos sociais na compreensão e reflexão crítica da realidade em que estão inseridos e a transformá-la no sentido de um mundo mais justo e sustentável.



Accessibility